28 de out de 2010

Quero poder fechar meus olhos e poder imaginar alguém...e poder ter absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou perto.Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúcias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho...Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento...e não brinque com ele.E que esse alguém peça para que eu nunca mude, para que eu nunca creça, para que eu seja sempre eu mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Escrevo porque encontro nisso um prazer que não consigo traduzir. Não sou pretensiosa. Escrevo para mim, para que eu sinta a minha alma falando e cantando, às vezes chorando.”/Clarice Lispector*