15 de jun de 2011

Para nunca mais soltar

Talvez isso mude. Talvez você entre na minha vida sem tocar a campainha e me sequestre de uma vez. Talvez você pule esses três ou quatro muros que nos separam e segure a minha mão assim, ofegante, pra nunca mais soltar.

(Caio Fernando Abreu)

4 comentários:

  1. Lindo o texto!!!
    Como eu queria que alguém pulasse todos os muros que me cercam e não me abandonasse jamais...seria perfeio!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Porque para ter o que vale a pena
    é necessário esforço...

    saudades daquii...Bjaum.*.*.

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto!
    Esse sequestro é maravilhoso, não?
    beijos, flor.

    ResponderExcluir