17 de ago de 2011

Com certeza

Às vezes, sinto que preciso dizer coisas que estão adormecidas e que na verdade nunca deixaram de serem lembradas, como agora.
 Enquanto estou a tarde em casa fico realmente angustiada, normalmente por diversos e desnecessários motivos e vagamente começo a me lembrar de alguns fatos. Certa vez, me deparei com um pensamento que mantenho há anos e as pessoas estão cansadas de saber. 
O fato é que eu me dei conta, quer dizer me dei conta de novo de que nunca vi uma pessoa que fosse tão minha. Não, não estou dizendo que um cara me pertence, não é isso. Estou dizendo que por enquanto eu nunca vi uma pessoa que se encaixasse mais na minha vida do que ele, nunca vi uma mão se encontrar tão bem com a minha como a dele ou os olhares fazerem tanto sentido como os nossos quando refletidos um no outro. Isso não é uma idealização, não é. Eu o conheço tanto que poderia escrever uma biografia sobre o mesmo, eu sei sobre o quanto inseguro ele é, conheço suas sardas, suas unhas pequenas e seu modo de fingir ser gentil para agradar. Eu sei sobre o medo que ele tem de se relacionar e mesmo assim continuar fazendo-o.
Não digo que sei tudo, porque há coisas que não sabemos nem sobre nós mesmos. Só estou tentando falar que eu o aceito, com todos esses erros, com todos esses defeitos que já vi em você, com todos os conceitos que não consigo entender, pois eu conheço um lado bom nele, um lado que me encanta e me faz não desistir. Porque eu já o vi triste e senti a pureza da sua alma, já o vi apaixonado, já senti seu abraço, os afagos e notei o quanto é capaz de mudar para fazer alguém feliz e isso é realmente raro.
Eu só espero que ele saiba que duvido que outra pessoa, qualquer uma das outras mil namoradas dele, tenham notado isso, pois eu o sinto e é isso que me faz insistir e eu posso estar dando socos em facas e persistindo no que não devia, mas eu sei que estou mais perto de chegar no que quero do que muita gente.
Só estou dizendo que jamais conheci alguém tão meu como esse babaca e sei que não sou a única a saber disso.
(Caroline)
Do lindo blog COISAS MINHAS, que eu simplesmente amo!

4 comentários:

  1. Que texto mais lindo, adorei !

    Bjs
    http://maviealeatoire.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. "nunca vi uma mão se encontrar tão bem com a minha como a dele" adorei isso! tão bom encontrar a tampa da panela. rs

    ResponderExcluir