30 de jan de 2011

Colorindo a vida

"Ô minha filha, as suas dores não são as maiores do mundo e nem vão ser.Sacode a poeira. Toma um banho de rio. Abre essas asas. Grita alto, chora baixo. Pula alto e cai de cara. Desenha toda a beleza do mundo. Compra uma caixa de lápis de cor e sai aí colorindo a vida."

(Tati Bernardi)

2 comentários:

  1. Adorei o texto, Karine!
    Sempre que passamos por algo, achamos que é o fim do mundo e não enxergamos que existem coisas bem piores ao nosso redor! E nos focando no sofrimento deixamos o colorido da vida, passar despercebido! (:
    beijinhos

    ResponderExcluir