9 de jul de 2011

E de tudo ficou...

“Mas de tudo isso, me ficaram coisas tão boas. Uma lembrança boa de você, uma vontade de cuidar melhor de mim, de ser melhor para mim e para os outros. De não morrer, de não sufocar: de continuar sentindo encantamento por alguma outra pessoa que o futuro trará, porque sempre traz, e então não repetir nenhum comportamento. Ser novo.”
       (Caio Fernando de Abreu)

3 comentários:

  1. Ah, e seria tao bom se todos pensasem assim, não é?! Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Pois é, na verdade só deveriam nos restar boas lembranças de cada momento, cada pessoa, não importa o porque, ou oque aconteceu, mas se tornaram parte de uma pagina em nossas vidas.

    ResponderExcluir
  3. É o que tento todas as vezes, só guarda as boas lembranças de tudo , por mais pequeno seja o momento , mais sempre leva-lo comigo de uma maneira agradável.

    beijinhos. ^^

    ResponderExcluir