10 de jul de 2011

Melodramas cotidianos

”(…)Nossa necessidade fresca e neurótica de elaborar sofrimentos e rejeições e amarguras e pequenos melodramas cotidianos para depois sentar atormentado e solitário para escrever Belos Textos Literários(…)”
     (Caio Fernando de Abreu)

9 comentários:

  1. Como sempre o Caio , arrasa. ^^


    beijos, linda :)

    ResponderExcluir
  2. Isso mesmo Paula, como sempre!
    Mas ao menos todo sofrimento, rejeição, amargura, entre tantos, ao menos serve para algo, além de nos fazer um cadim mal.

    bjs doces :)

    http://amar-go.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Grande e maravilhoso Vinícius de Moraes dizia que o poeta só é grande se sofrer, então condiz com tudo que Caio afirmou. Adorei! Beijos. Au revoir.

    ResponderExcluir
  4. Amei seu blog > já estou te seguindo
    passa no meu p conhecer meu cantinho.
    http://tulipasnajanela.blogspot.com/
    Uma ótima semana

    Bjim ***

    ResponderExcluir
  5. Não haveria palavras, e nem ao menos amor, se não houvesse um pouquinho de dor *-*

    ResponderExcluir
  6. Ah tem um selinho no meu Blog pra vc, acabei de descobrir como se meche >< espero q goste *-*

    ResponderExcluir
  7. Amei o teu blog! Já está na minha lista de favoritos!

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  8. aaaah flor, MUITO obg pelo selinho, ameeei :3

    beeeijos e fica com Deus :**
    http://www.contos-da-lua.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Pelo que vejo Caio é bem presente por aqui.

    ResponderExcluir